São Paulo, 22 de julho de 2017. Seja bem-vindo! ARTES PLÁSTICAS • ENSAIOS • SIMULAÇÕES 
 
Gays matam menino de 6 anos durante relação sexual
São Paulo, 6 de junho de 2010, domingo.

É surpreendente quando se tem o hábito de guardar os recortes de jornais, para consultá-los depois de muitos anos, mostrando certas evidências raramente expostas. Foi quando descobri, entre os meus recortes, essa notícia, que saiu no jornal O Estado de São Paulo, do dia 25 de agosto de 1993. Veja a transcrição abaixo:


Existem outros artigos publicados, mas que na época não tive o cuidado de fazer os recortes e guardá-los. Isto é, nos tempos em que casos de pedofilias não eram conhecidos pela maioria da população, e quando a mídia se afloxou divulgava com mais liberdade certos casos do que hoje. Naquela ocasião, eu sabia que por mais imparcial que seja a imprensa, e idealista que seja o jornalista, todos somos de uma certa forma manipulados. E a oportunidade que tivemos em um dado momento, podemos não tê-la em um outro. Portanto, guardar os registros sempre é um procedimento importante. Creio que perdi muitas dessas oportunidades.

Mas aqui entra uma questão que pouquíssimos consideram: Há uma relação entre homossexualidade e pedofilia. Ainda que muitos dizem que não tem nada a ver. Na verdade, muitas experiências homossexuais começaram na infância. Casos de iniciação pedófila levam à homossexualidade. A título de observação, quais são os vocabulários para definir os homossexuais?

Muitos chamam-os de gays ou simplesmente homossexuais. Sendo as expressões bicha e viado consideradas ofensivas. Eu prefiro o termo original. O mais antigo a meu ver, e que é bíblico: Sodomitas, justamente porque provém da cidade de Sodoma. Mas poucos conhecem uma outra palavra, ou até pareceu que foi esquecida: Pederastia. Isto é, o termo pederasta é o sinônimo de homossexual. Detalhe é que pederastia significa homossexualismo masculino.

Acontece que o prefixo ped da palavra pederastia é de origem grega, de paids, e que significa “criança”. De onde vem as palavras pediatria, pedagogia, pedagogo e por fim, pedofilia e pedófilo. Se naquele tempo usavam esse prefixo no vocabulário para definir um homossexual, é porque já era de conhecimento a relação pervertida entre homens e meninos.

Existe um projeto do movimento gay, cuja finalidade é de levar a sociedade a permitir relações homossexuais entre homens e meninos. Organizações como a NAMBLA, nos EUA, tem como meta, abolir as restrições de modo que seja permitido ter relações sexuais com meninos de 8 anos de idade. Veja no blog de Julio Severo, onde são apresentadasos dados sobre casos de estupros de meninos, as metas do NAMBLA e as fontes de pesquisas:
http://juliosevero.wordpress.com/2007/08/14/a-luta-dos-ativistas-gays-em-favor-da-
liberacao-sexual-das-criancas/

O amor entre homens e meninos é o alicerce do homossexualismo… Não devemos deixar que a imprensa e o governo nos seduzam e nos façam acreditar em informações erradas. O estupro de crianças realmente existe, mas há também as relações sexuais boas. E precisamos apoiar os homens e os meninos nesses relacionamentos. Autor anônimo em “Point of View: No Place for Homo Homophobia.” San Francisco Sentinel (jornal homossexual), 26 de março de 1992. Frases como esta e outras você encontra em:
http://juliosevero.blogspot.com/2007/06/crianas-o-prximo-alvo-do-movimento.html


Onde começou tudo isso

Ao que tudo indica, foi com o Relatório Kinsey (Alfred Charles Kinsey), que inspirou várias figuras importantes como o filósofo Rene Guyon (pedófilo), Dr. Harry Benjamin e entre outras, Hugh Hefner, o criador da revista Playboy. Essa revista foi (ou continua sendo) utilizada por pedófilos, como primeiros passos para atrair as crianças. Veja mais detalhes em http://www.desafiodasseitas.org.br/m-26.htm (1), onde apresenta o questionamento das pesquisas feitas por Kinsey.
 (1)Caso não consiga acessar o site, tente o cache do Google.

Na verdade, o Relatório Kinsey influenciou toda uma geração, seus costumes e pensamentos sobre a sexualidade. Foi graças a ele que a APA (Associação Psiquiátrica Americana) removeu o homossexualismo da categoria de desordens de seu Manual Estatístico e Diagnóstico de Desordens Psiquiátricas.

Segundo a psicóloga Rozângela Alves Justino, o Conselho Federal de Psicologia (Rio de Janeiro) é constituído por muitos homossexuais deliberando em causa própria. E segundo as normativas desse Conselho, está proibido para um psicólogo tratar a homossexualidade como um transtorno psíquico. Ela mesma foi censurada por ter essa postura, e de oferecer terapia de cura para quem que a procura para o tratamento (Revista Veja, 12 de agosto de 2009, p. 15).

Na verdade, Rozângela está proibida pelo Conselho Federal de Psicologia de dar o parecer (profissional) sobre a homossexualidade como distúrbio psicológico. Ela, no entanto, se posiciona de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), que diz que a homossexualidade pode ser um transtorno, e que portanto, sujeito ao tratamento. Veja suas frases, tiradas da revista:

“Normalmente as pessoas que me procuram para alterar a orientação sexual homossexual são aquelas que estão insatisfeitas. Muitas, depois de uma relação homossexual, sentem-se mal consigo mesmas. Elas podem até sentir alguma forma de prazer no ato sexual, mas depois ficam incomodadas. Aí vão procurar tratamento.” (...) “A própria pedofilia, o exibicionismo, o voyeurismo podem vir atrelados ao homossexualismo. E têm tratamento. Quando utilizamos as técnicas para minimizar esses problemas, a questão homossexual fica mínima, acaba regredindo.” (...) “Conheço pessoas que deixaram as práticas homossexuais. E isso lhes trouxe conforto. Perderam a atração homossexual, que foi se minimizando. Deixaram de sentir o desejo por intermédio da psicoterapia e por outros meios.” (...) “Eu conheço gente que mudou a orientação sem nem precisar de psicólogo. Elas procuraram grupos de ajuda e amigos e conseguiram deixar o comportamento indesejado.”

O artigo é interessante. Mas particularmente a foto dela, escondida atrás de uma máscara cirúrgica e de um par de óculos escuros, é exagerada. Mesmo sabendo que está se protegendo, porque sente-se ameaçada e discriminada pelas suas opiniões.


O que está por trás das paradas Gays - As intenções escusas:

Ao que tudo indica, os movimentos gays estão avançando muito nos seus projetos, inspirados ao NAMBLA e outros grupos homossexuais principais. Por exemplo, as paradas gays aos poucos vão ganhando a confiança e o apoio dos heterossexuais. Pais levam seus filhos crianças para assistirem ao evento. No ano passado, fiz essas fotos, do evento ocorrido desde a Av. Paulista até a Rua da Consolação:


Acredite: A gravata não foi “colocada” lá. De fato o sujeito deixou-a nessa posição.


Menino observando a parada gay na Rua da Consolação.



Suposta mãe com sua filha se divertindo durante o desfile da parada gay.

A Rede Globo de TV fez nesse sábado, à véspera da Parada Gay, uma vasta publicidade do evento (nos programas de notícias), e que a cada ano vem aumentando em número de freqüentadores. A finalidade da Parada Gay é muito mais do que conseguir os novos defensores da causa dos homossexuais, e congêneres. Eles têm por objetivo, conseguir a criminalização da homofobia. Isto é, todos aqueles que se posicionam contra a postura sodomita serão sujeitos às punições. Basta expor a sua opinião contrária à homossexualidde, mesmo que seja de maneira mais respeitosa possível, e você poderá ser preso. Na verdade, se a lei PLC 122/2006 for aprovada, isso significa o começo de uma censura: A lei da mordaça gay. Veja os seguintes links:

• A inconstitucionalidade do projeto de lei da homofobia (PLC nº 122/2006) e o estado totalitário marxista: tréplica a Paulo Roberto Iotti Vecchiatti (Paul Medeiros Krause)
• A farsa no uso do termo Homofobia (Vanessa Reis, estudante de jornalismo). Tem um link que leva ao site de Olavo de Carvalho:
• Metáfora punitiva

Outros links:
• PLC 122/06 (lei da mordaça gay): Fátima Cleide quer censura, multa e cadeia para quem contrariar homossexuais
• O Brasil rumo à ditadura homossexual
• Projeto de Lei nº 5003-b/2001 (crimes de homofobia) - a lei da mordaça gay, os superdireitos gays, inconstitucionalidade e totalitarismo

Na verdade, a Constituição brasileira garante os mesmos direitos aos homossexuais, gays e afins, no caso de violação dos seus direitos e das suas integridades. Isto é, qualquer um que se sente ofendido ou ameaçado, pode apelar-se à Constituição, e processar o ofensor ou qualquer um que ameaçasse a sua integridade física e moral (??). O Projeto Lei da Câmara (PLC 122/06) é, portanto, desnecessária.


Para finalizar...

Por que a relação sexual com a criança, preferencialmente meninos? Simplesmente para pervertê-lo, tirando-lhe o atributo natural, e que separa a diferença entre o homem e a mulher: A sua masculinidade a ser desenvolvida. A sexualidade é o elemento fundamental na formação do ser humano. Portanto, o desenvolvimento de uma sexualidade saudável é crucial. O problema é que muitos não concordam com o que é uma sexualidade saudável, normal. Não percebem que todos os valores humanos estão de uma certa forma interligados. A ética, as crenças e outros princípios em que devemos valorizar.

Isto é, se for adotado um comportamento sexual pervertido (o que muitos não concordam), trará grandes implicações nos demais valores adotados: A ética será pervertida, as crenças e os princípios igualmente serão pervertidos, sejam em graus maiores ou menores. E com toda a certeza não somente o que se considera como um amor saudável, mas todos os valores judaico-cristãos serão pervertidos. (*)

Ignoram o fato de que penetrar o pênis no ânus - órgão de onde sai todas os escrementos e toxinas do corpo -, correndo o risco de pegar uma infecção bacteriana (ou virótica), não pode ser normal. Pois, até a vagina da mulher, antes da penetração, se lubrifica com um fluido que elimina (ou reduz) a acidez, para facilitar a penetração e evitar a destruição dos espermatozóides. Tudo isso tem sabedoria. O sexo, nesse caso, percebe-se que é bonito. De outra forma é sujo, imundo. E traz complicações.

2ª revisão, feita em 9 de julho de 2010.
* 3ª revisão: Parágrafo inserido em 21 de dezembro de 2010.
4ª revisão, feita em 2 de outubro de 2011.
5ª revisão, feita em março de 2012.



Comentários feitos
Atenção: No momento não são aceitos mais comentários.

23/06/2010 - 15:33 - Lu - Li com interesse a matéria. Concordo plenamente, sem falsos moralismos. Desde menina achava uma coisa anormal uma penetração anal, que não foi concebida pela natureza para o ato sexual.

11/07/2010 - 18:07 - Tatiane Soares - Qualquer sujeito que pratica atos sexuais (conjunção carnal) com crianças, se chama Pedófilo, seja ele gay ou não. De 1993 para cá ja mudou muita coisa, no que quero dizer é que talvez não eram gays e sim pedofilos, mas por preferências a meninos as pessoas confundem e mistura o homossexualismo no meio, sinceramente é a primeira noticia que vejo que um gay esta envolvido com pedofilia.

Em relação ao Movimento homossexual, parada gay, ela visa predominar o respeito e direitos aos homossexuais, por que além de suas preferências sexuais, são seres humanos dignos de respeito.

08/08/2010 - 16:40 - Flavia - Na minha opinião você é caso de pisiquiatra.

22/09/2010 - 14:02 - Ana - amigo, vc tem sérios problemas... vc pega uma noticia e interpreta da maneira que bem intendi...por que vc nao posta um comentario sobre os estudos que estao fazendo sobre a possibilidade dos homofobicos serem homossexuais nao assumidos? seria interessante saber a sua opiniao.. concordo com a Flavia...

25/09/2010 - Zadoque - Ana, mostre-me que eu tenha interpretado da minha maneira os fatos apresentados. E se for o caso, mostre-me que os argumentos sejam falhos ou não justifiçaveis. Fiz a questão de colocar os fatos em si, na esperança de que as pessoas tomem certos conhecimentos, e que a mídia em geral não mostra. Estou curioso sobre esses estudos, e que cogitam que os homofóbicos sejam homossexuais não assumidos. Mas eu acho que não resistirão a um exame sério: Quer dizer então que pessoas como o Júlio Severo, o Olavo de Carvalho e os demais, que se posicionam contra as posturas dos GLS são homossexuais?

Na minha opinião, esses “estudos” não passam de perseguição dos GLS ou formas camufladas de intolerância. Da mesma forma, as expressões como “homofobia”, “homofóbico” e outras expressões ofensivas, são as armas prediletas dos GLS para intimidar, discriminando quem que argumenta contra eles. Em certos países comunistas, quem que se opõe ao regime é internado em instituições psiquiátricas. Talvez a Flavia e você sejam simpatizantes ao uso desse método. Ao invés de questionarem os dados apresentados, antes preferem atacar a minha postura.

É a obrigação de cada um de nós em procurar a verdade. Mesmo que corramos o risco de não encontrá-la. Pois, do contrário, as nossas mentes serão corrompidas pelas mentiras em que acreditamos.

Recentemente tem um caso que se aproxima a esse, dos gays que mataram o menino: A da Angelina Jolie com a sua filha Shiloh (1). A semelhança entre os dois casos está na relação entre adultos G/L e crianças. Pois, sabidamente Angelina Jolie é uma lésbica assumida. E a polêmica criada é se ela não estaria induzindo a sua filha de 4 anos a assumir um comportamento homossexual. Veja as opiniões dos especialistas. Por enquanto estou apenas acompanhando o caso.
(1) O link estava errado. Foi corrigido recentemente, em 17/nov/2010.

25/09/2010 - 23:32 - ELECTRA - SOU PSICÓLOGA E O HOMOSEXUALISMO PARA A PSICOLOGIA É UM TRANSTORNO SEXUAL TIPIFICADO COMO QUALQUER OUTRO DISTURBIO DE MESMA NATUREZA! QUALQUER UM QUE SE INTITULE PROFISSIONAL DA ÁREA E NEGUE ISSO COMO FATO, SIMPLESMENTE SÓ ESTARÁ DISSIMULANDO A VERDADE, SEJA LÁ POR QUE MOTIVO FOR! COMO PROFISSIONAIS SÓ NOS CABE TER O COMPROMISSO MORAL E ÉTICO COM A VERDADE E NÃO COM INTERESSES PESSOAIS. SEXO COM CRIANÇAS É UMA PRÁTICA PERVERSA, TAL COMO O HOMOSEXUALISMO, POIS TANTO UM QUANTO O OUTRO, SÓ CONSEGUEM OBTER PRAZER SE FOR ATRAVÉS DE RELAÇÕES SEXUAIS COM CRIANÇAS E PESSOAS DO MESMO SEXO, FUGINDO A REGRA DO NATURALISMO... QUE É BASEADA NO INSTINTO! PARTICULARMENTE ACHO TUDO ISSO MUITO TRISTE, POIS OS GRANDES VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO, FORMADORES DE OPINIÃO, ESTÃO APOIANDO MUITO MAIS DO QUE UMA POSTURA DE DIREITOS E RESPEITOS AOS HOMOSEXUAIS, MAS SIM, CRIANDO UMA ENORME ATMOSFERA DE IGNORÂNCIA E SUBMISSÃO. TODO SER HUMANO MERECE E DEVE VIVER COM DIGNIDADE E RESPEITO, E INCLUSOS NISSO ESTÃO O DIREITO DA INFORMAÇÃO E O ACESSO A REDE DE SAÚDE, É MAIS FÁCIL ESCONDER, LUDIBRIAR E ATÉ MESMO CRIAR OUTROS “NOMES”, AO INVÉS DE TRATAR!

15/12/2010 - 17:38 - Roberto Cavalcanti - Reportagem espetacular. Cinco estrelas.

30/03/2011 - 18:10 - Rodrigo - Se a relação entre homossexualidade e pedofilia fosse tão grande, voce não precisaria revirar recortes de jornais e achar uma notícia de 1993. Existiriam casos acontecendo em todos os lugares a todo momento. Ah mas é claro, voces vão dizer que é a imprensa que tenta esconder e tal. Ótimo, continuem se enganando.

Eu já li várias notícias na internet sobre crimes cometidos por homossexuais, é lógico que também acontecem. Mas não vou aceitar ser relacionado com esses criminosos, só por ser homossexual também. Nunca senti atração por crianças, então acho injusto ter que ser comparado a um pedófilo.

04/04/2011 - Zadoque - Rodrigo, guardo os recortes de jornais desde o meu tempo de faculdade, e até antes disso. E são várias categorias de assuntos, sendo a homossexualidade uma delas. Muitos desses assuntos, diga-se de passagem, acabarão dando em artigos de teor polêmico. No tocante à imprensa, não é que ela tenta esconder algo. E sim, que ela manipula as opiniões dos seus espectadores. E não é apenas o caso relacionado ao GLBTS, e sim, vários outros.

O problema é quando recebemos certas informações falsas, mas tidas como verdadeiras. Isto é, quando fomos enganados. Pois, muitas das nossas decisões dependem das informações que temos.

A relação entre a homossexualidade e a pedofilia foi dada pelos próprios gays, como citei acima. E a pedofilia, ainda que signifique relação sexual com crianças, envolve até a idade da adolescência. Como a própria lei (brasileira) considera: Menor de 18 anos. Se bem que esse limite é questionável. Tanto que pretendo desenvolver um artigo sobre o assunto.

Como não conheço o universo GLBTS, não sei qual é o consenso entre vocês, em termos da idade dos parceiros. As poucas referências que disponho são essas citadas acima, além das pesquisas feitas, e que continuo a fazê-las. Por isso que estou sempre pronto para novas opiniões e críticas. Acredite, o teu caso e os teus questionamentos me obriga a reavaliar as minhas conclusões, e a pesquisar mais. E se essas conclusões (ou algumas delas) estiverem erradas, devo admiti-las.

05/04/2011 - 14:48 - Sam - Eu estou simplesmente espantada com alguns comentários aqui, defendendo a homossexualidade e atacando o Zadoque... gente!!! Hello!!!! Uma criança foi morta durante uma relação sexual, uma criança que já vinha sendo abusada... e as leis estão aí... pra ajudar casais homossexuais a adotar crianças, a permitir a liberdade sexual da criança... mas que falácia... criança é inocente, lá sabe o que quer nessa questão sexual... criança sabe que tem piu piu e pronto... acabou, e vai brincar de carrinho e boneca. Mas até a inocência das crianças o mundo todo quer tirar... e a galera não se toca do que estão querendo fazer!!! Mas tudo isso já foi previsto na Bíblia... daqui pra frente só vai ser horrores e mais horrores!!! Que Deus tenha misericórdia de todos nós... e pra quem tem filho... criança... todo cuidado é pouco com eles. Que Deus proteja as crianças dos perversos!!!

10/04/2011 - Zadoque - Sam, obrigado pelo apoio. Esses horrores já estão acontecendo. É o caso do massacre de uma escola do Rio, onde morreram 12 crianças. O primeiro do Brasil.

07/04/2011 - 03:45 - Roberto - Penso que vocês, homofóbicos, estejam fazendo um papel ‘fundamental’ em proporcionar o surgimento de mais ativistas, justamente, contra este pensamento doente de associar homossexualidade com pedofilia. Casos isolados de crimes bárbaros acontecem e sempre aconteceram. Doentes existem em todos os grupos. Está provado que quem não tem problemas quanto a sua sexualidade, dificilmente se torna homofóbico, que são, em maioria gays enrustidos, loucos para ‘saírem do armário’. Quanto ao que diz a lei e quanto ao fato de que pedofilia só existe quando é praticada com alguém imberbe, geralmente abaixo dos 11 ou 12 anos. Isso não significa que seja ‘certo’ ou ‘errado’ sentir ou ter relações com alguém de idade superior a esta, significa que o sentimento natural do sexo desperta, simplesmente. Do mesmo modo que um menino de 12 anos se masturba pensando na coleguinha, outro poder fazer o mesmo pensado nele. É preciso separar desejo, sexualidade e amor homossexual, de agressão e violência. Só isso! Por fim, mas tão importante quanto: ninguém ‘vira’ homossexual; ninguém pode se ‘influenciar’ a ser homossexual. Seria o mesmo que dizer que um homossexual iria começar a gostar de vaginas se somente convivesse com elas. É ridículo e é muita ignorância. Se a ‘competição’ é pra saber quem mais deturpa a realidade, vocês, homofóbicos, ou gays enrustidos, sei lá (doentes, de qualquer modo...), estão a anos luz na frente. Felizmente, esta guerra se voltará contra vocês, sempre, pois somente atrai que não têm neurônios e esses não teria outra opinião, de qualquer modo...

11/05/2011 - Zadoque - Roberto, você mesmo acabou de confirmar que existe essa relação, e parece aprovar, quando disse que “não significa que seja ‘certo’ ou ‘errado’ sentir ou ter relações com alguém de idade superior a esta (11 ou 12 anos), significa que o sentimento natural do sexo desperta, simplesmente”... Aliás, já disse (mais de uma vez) que quem fez a relação entre o homossexualismo e a pedofilia são os próprios GLBTS. Eu apenas desenvolvi o trabalho sobre essa conclusão. Quanto a gostar de vaginas se convivesse com elas, eu arrisco a dizer que um gay pode apaixonar-se por mulheres (e deixar definitivamente de ser gay) sem contudo ter convivido ou tocado em uma vagina. É uma questão de fé. E sobre as influências para tornar-se gay, elas existem sim. Estou pesquisando sobre isso. E vou além: Vocês, os GLBTS, querem tornar anormal e perversa as atitudes antes consideradas como de indignação e de princípio moral, e tornar normais as atitudes que são na verdade perversas. Um exemplo disso é o uso abusivo do termo homofobia. Ou seja: Vocês querem inverter a ordem das coisas. Isso cheira satanismo. Pois, as ditas influências, e que levam alguém a se tornar homossexual, são na verdade de natureza satânica.

18/05/2011 - 20:47 - Jorge Telles - Embora o Sr. lide com algo tão nobre como os livros, pena que nada tem aprendido com eles.

Suas manifestações preconceituosas medievais, torpes, mentirosas e medíocres são o desserviço e prova de uma cabeça perversa, doentia e nazistóide. Sugiro que procure um bom psiquiatra. Quem sabe, ainda não seja um caso perdido.

01/06/2011 - Zadoque - Sr. Telles, aonde as minhas manifestações são medievais, torpes, mentirosas e medíocres, tanto que o sr. diz? Afirmações gratuitas não valem. É preciso provar. E até agora, tenho mostrado, através das evidências, as minhas afirmações. Fui acusado de intolerante, homofóbico, preonceituoso etc. Mas até agora, a intolerância e afirmações gratuitas tem vindo de vocês dos GLBTS. Talvez você não seja nenhum dos GLBT, mas pelo menos do ‘S’ é.

Quer dizer que por causa da minha postura, tenho uma cabeça perversa, doentia e nazistóide? E que preciso de um psiquiatra? Veja o comentário que deixei para o Roberto, logo acima, sobre a perversão que vocês estão fazendo: Tornando as críticas, contestações e indignações de ordem morais em doenças, perversões etc. Ao passo que o que antes foram identificados como perversões, desvios, passaram a ser considerados de “normais”. Isso são as inversões características dos satanistas. Talvez o sr. e da turma sejam de fato os satanistas.

Mas se não for, por favor, leia o 1984 de Gorge Orwell, que cita o conceito de crimidéia - o crime de opinião - justamente o que vocês, do GLBTS querem fazer: Taxar as opiniões contrárias de crime, anormalias, perversões, tal como você acabou de demonstrar. E que as pessoas que fazem isso precisam de tratamento psiquiátrico, ou serem presas, por serem uma ameaça para a sociedade com suas idéias e opiniões. Ou seja: Vocês querem impor suas ideologias na sociedade através do medo.

26/06/2011 - 07:23 - Sergio Augusto Mazza - Zadoque : Origem do Hebráico, significa o Justo, o Honesto.

Apelido bastante humilde você arrumou.

Antes de mais nada você deveria se informar melhor, pois o nome do médico americano é Albert Kinsey, e sua pesquisa foi feita logo após o término da segundo guerra mundial, e foi feita com mais de 30 mil pessoas, de 9 a 30 anos, homens e mulheres.

Falar sobre algo que não se conhece é fácil e comôdo, simplesmente recortamos aquilo que outra pessoa escreveu e emitimos opinião a respeito. Deveria estudar melhor e não apenas ficar brincando de recorte. Por isso que digo que Diploma não é sinônimo de inteligência. Eu antes que falem algo ja me antecipo: Estudo o homossexualismo a mais de 20 anos, ja li o Pentateuco mais de 8 vezes, e a Bíblia inteira mais de 3. Conheço também o Código Civil, Código Penal, e a Constituição Federal. O problema de vocês é o medo do desconhecido, assim como no passado tiveram medo de Jesus, e por isso o assassinaram aos 33 anos.

Se a mulher que diz ser psicologa realmente o é, tenho pena de seus pacientes, pois é outra que não sabe aquilo que fala, pois a mais de 40 anos que a psicologia não vê o homossexualismo com o disturbio. No minimo ela fez faculdade em uma caverna afastada da sociedade. Froid que é o pai da psicanalize disse que ser homossexual é normal, que não existe disturbio nenhum em ser gay.

Querem julgar então primeiro olhem para seus devidos pecados e defeitos para depois virem falar dos meus. Enquanto eu sou gay muitos tem amante, batem nos filhos, espancam suas esposas, bebem, ferem, matam, roubam, mentem. Nestas alturas ser gay é lucro.

Vão estudar e depois venham emitir opinião sobre assunto sério, e se precisarem de umas aulinhas de história e sobre o velho e novo testamento estou a disposição.

05/07/2011 - Zadoque - Augusto, por favor, veja o seguinte link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfred_Kinsey. Creio que está mais acessível para você.

01/07/2011 - 03:30 - Luan - Legal este lance de “O sexo, nesse caso, percebe-se que é bonito. De outra forma é sujo, imundo. E traz complicações.” Claro que a moça chupar o pênis do namorado ou coisas do tipo não se enquadram nas “anormalidades”, pois jamais vi um cristão se colocar contra isso. Claaarooooo...

05/0702011 - Zadoque - Luan, então está aí: Sou contra.

19/08/2011 - 04:48 - Aldo ternieden Bredan - Sabe... simplesmente existem certos assuntos que “não convem” ser divulgados por exemplo eu não gostaria de ver uma cirurgia de coração de peito aberto, filmes de terror,cenas com sangue etc... Sinceramente senhor Zadoque seu espaço aqui é nobre!! Com certeza no lugar destas noticias sobre gays, homofobia etc etc poderiamos ter assuntos proveitosos como os sao sobre os vinis, sobre produtos chineses, colecionismos etc... Nos explique senhor Zadoque o porque o senhor dar tanto espaço a este tipo de noticia... seja verdadeiro qual é o interesse nisso? PS Certamente o senhor como evangelico não deve ser homosexual?

05/09/2011 - Zadoque - Bredan, tratar de assuntos que envolvam os valores espirituais e éticos é nobre. Pois, diz respeito à nossa integridade e formação. Fico estarrecido em ver que muitas pessoas perderam a noção do que seja a perversidade, e se deixam entregar a valores estranhos e espúrios à nossa formação. Você acha que não convém tratar desses assuntos? Espere para ver quando as minhas artes estiverem prontas!


12/09/2011 - 02:11 - (anônimo) - MP. Pois é, num país como o nosso onde a corrupção corre solta. O sistemas de saúde, penitenciário, de educação e judiciário são dignos de comédia. Ainda temos que aguentar os rebeldes sem causa que querem ser iguais a todos sem o serem. Eles não são iguais. Se assim o fossem, não haveria discussões. São aberrações da natureza. E portanto, não sou obrigado a presenciar pessoas do mesmo sexo se esfregando pelas ruas...

02/10/2011 - Zadoque - Não são aberrações da natureza, e sim, pessoas que praticam perversões de valores. Portanto, tem a possibilidade de se corrigirem. Aberrações seriam os casos como hermafroditas, quando nasceram com dois sexos juntos ou com a junção de dois órgãos sexuais. Mesmo assim, eu diria que não são aberrações da natureza. Porque provavelmente foram conseqüências de algum tipo de contaminante: Químico, eletromagnético e até possivelmente biológico. Todos como resultados das nossas ações.

Quando falamos de aberrações, a tendência é a de eliminá-las como preventivo. Tome cuidado! Pois, essa é a linha de raciocínio de certos grupos contra os GLBT, praticando os atos de violência e intolerâncias. São na verdade um grande desserviços para a sociedade e opiniões públicas, prejudicando e em muito as campanhas de conscientização contra as perversões, além de divulgar uma grande mentira: A suposta epidemia contra os gays.


06/03/2012 - 12:36 - suka - No momento em que lia a materia passou na tv q estava assistindo um casal gay agredia e mantiA relaçoes sexuais com um garoto que tinham como filho adotivo. Fiquei indignada. Sou ontra esse disturbio. Conheço varios homessuais, e não existe um que não tenha tentado relação sexual com menores de idade. Acho que é porque sofrem mesmo disturbios sexuais, ñ conseguem parceiros e para satisfazer seus delirios aliciam menores. Meu irmão foi aliciado por um doente desses quando tinha 12 anos. Fiquei indignada quando soube. Ele era uma pessoa de confiança da familia e ñ se assumia gay. Convidou meu irmão pra ir na casa dele fazer algo, e la trancou ele no quarto e tentou abusar dele. Odeio gay. São todos escandalosos, não respeitam ninguem, somos obrigados a ouvir seu palavroes. Adoram se fazer de vitimas, a verdade é que isso ta alma deles. Demonios o atormentam.

15/03/2012 - 19:51 - Zadoque - Suka, nesse dia em que você postou o comentário, houve um aumento repentino no acesso a esta matéria aqui, na minha página. Fui pesquisar então, e confirmei este artigo da Record: Polícia procura casal homossexual suspeito de abusar de filho adotivo em São Paulo. Só que durante a pesquisa, encontrei um outro, e mais revoltante: Sobre um gay de nome Brandt, que estuprou três dos seus quatros filhos adotivos, e entregou um deles, um menino de 10 anos, para outros gays, que o violentou várias vezes. O artigo foi publicado no site Central de Mídia Independente em 2 de março deste ano. Isto é, 3 dias antes do último caso.

19/07/2012 - 15:03 - francisco - Eu gostaria de fazer um questionamento aos homossexuais e afins. Se Deus não colocasse prazer na região anal, como seria todo momento em que temos que ir ao banheiro? Esses coitados, em um momento de suas vidas não entenderam o porque disso e acharam que era para prazer sexual... Complementando sua vontade degenerativa (pois somos generos diferentes, homem e mulher) e a sociedade está assim hoje... Convertam-se!

24/07/2012 - 20:24 - Mr.LINS - Pra mim esses não são gays, esses são os pedófilos ! Eu tenho 16 anos sou gay e tenho minhas contas em dias, amo homens e nem por isso gosto de CRIANÇAS! Muito pelo contrario o gay procura outro gay de mesma idade ou supereior do contrario ele não passa de pedófilo ¬¬" Não é pq ele violenta um menino q ele é gay! E NÃO, É QUASE IMPOSSIVEL REVERTER ALGUEM DE GAY PRA HETERO! o cérebro de um gay se parece com o de uma mulher , pra se reverter isso vc tem q imtupir a pessoa de remédios, deixar ela mais dopada que um louco e fazer tratamentos prolongados com remédios e varios médicos -é um horror! Fora que ele sempre sera gay pq é como tratar um bebado ele sempre pode ter recaidas ( no caso d eum gay ele poderia voltar a ser gay ... ou seja nunca teria virado hetero ¬¬" ) acho ridiculo esse tratamento para "desvirar" só agride a mente e o corpo!

E enquanto ao sexo anal ... bem ... o cu é nosso mesmo fora q não são só os gays que fazem sexo aanal então não tem nem q ligar sexo anala = sexo gay

Pessoas velhas que transam com crianças não são gays eles são pedófilos criminosos com disturbios ! Gays são HOMESN que gostam de HOMENS isso é oq define um gay, uma criança NÃO É UM HOMEM!

25/07/2012 - 22:50 - Zadoque - Mr. Lins, estou desenvolvendo uma série de pesquisas, para responder a certas questões apresentadas pelo leitor e internauta Renato, quando ele disse que não conseguiu reverter o seu estado de homossexualidade. Infelizmente, devido a outros problemas, o trabalho não ficou pronto. Nesse caso, assim que estiver disponível, te avisarei. Mas, posso antecipar o seguinte:

Não existe até o momento, confirmação científica de que a homossexualidade seja causada por uma predisposição genética, de modo que o cérebro de um homossexual seja semelhante a de uma mulher. Pelo que eu saiba, nunca ouvi falar disso. Alterações neurofisiológicas podem até causar o estado de homossexualidade, e levar ao comportamento feminino. Porém, o cérebro é dinâmico, no sentido de que essas alterações podem ser provocadas.

Um dos argumentos fortes, e que posso te apresentar, é que Deus criou dois sexos, e esses são os determinantes biológicos. É evidente que comportamentos que não sejam de acordo com essas sexualidades biológicas, são na verdade distúrbios. Não é preciso ser especialista para entender isso. É claro que quando digo Deus... significa para quem que crê na sua existência. Para um ateu evolucionista, por exemplo, dizer que existem comportamentos variados (vários sexos), é o mesmo que dizer que a natureza (a criação) é imperfeita. O que condiz com sua teoria evolucionista.

O outro argumento é a repugnância do sexo anal. Mesmo que um hetero pratique essa modalidade de relação sexual, não deixa de ser uma perversão. Isso porque trata-se do uso errado dos próprios órgãos. Essa repugnância é lembrada todas as vezes que fazemos as necessidades fisiológicas, e olhamos para o vaso sanitário: Ninguém seria insensato para colocar a mão naquilo. O próprio cheiro serve para nos afastarmos dos dejetos. Então, enfiar um órgão nobre no que é considerado imundo, não pode ser normal.

O uso da camisinha como solução é um argumento falacioso: Antes não tinha esse preservativo, e a natureza não nos deu um.

A questão: É um grande passo para um homossexual admitir que a sua postura é errada. Mesmo que ele não consiga vencê-la. Isso requer coragem. Não se trata de recorrer-se a remédios. Pois isso, creio eu, é errado. E se você for tentar reverter as condições com o seus próprios esforços, é quase certo que não vai conseguir. Porque existem outras forças, e que estão além da capacidade humana de resolver o problema. Tal como disse para o Renato.

No entanto, existe a saída, de modo que um homossexual pode deixar as práticas perversas, e ter a vida normal e saudável sim. Razão porque escrevo esses artigos.

Por favor, aguarde novas publicações. Creio que você vai gostar. Mesmo que não concordem com elas.

Revisão deste comentário feita em 26/jul/2012.

20/04/2013 - 19:52 - luis fernando - é preciso a igreja se posicionár com relação o que esta contecendo no nosso pais .Querem destruir a familia infelismente a imprença ela não se consentisou o erro que ela esta cometendo de apoiar aquilo que é abominavel aos olhos de Deus e que pode destruir a verdadeira familia , perecisamos como igreja de Deus nos mobilisar em oraçao e suprica ,Para que toda obra maliguina e toda envestida de satanais sobre a familia caia por terra em nome de Jesus ..

21/04/2013 - 17:37 - Zadoque - Luis, por bem ou por mal, a Igreja de Cristo está fazendo a sua parte. Ela é a única que pode barrar o avanço do Inimigo (Satanás em hebraico). Razão porque é atacada pela opinião pública; e sofre de desvios doutrinais. A cada escândalos que envolvem os pastores e as igrejas (preferencialmente pentecostais ou neopentecostais), é um ponto a menos para a Igreja de Jesus. Razão porque o nosso Senhor alertou acerca dos escândalos (Lucas 17:1,2). Infelizmente muitos irmãos se acomodaram com os valores desse mundo, e esquecem que estamos em uma batalha espirital.

A nossa luta não é contra os homossexuais e afins, e sim, contra o Príncipe desse mundo, e que cegou o entendimento das pessoas (II Coríntios 4:3,4). Razão porque a imprensa não pode fazer nada. Nem as pessoas desse mundo. Elas acham que são livres, e que decidem por si mesma. Não percebem que já são manipuladas e escravizadas.



Artigos relacionados

Passe o mouse em cima dos links abaixo, e leia um pequeno resumo destes:

• Recém-nascido vítima da campanha a favor dos homossexuais
• Pseudo-homofobia na agressão da Avenida Paulista
• SODOMA, O que realmente aconteceu em
• Universidade Mackenzie é perseguida pelos GLBTS 01
• Como as mídias incentivam o apoio aos GLBT



®zadoque, 2013 -- Você pode usar o conteúdo desta página desde que indique a fonte.

Tópicos a pesquisar:
APRESENTAÇÃO
BLOGS E SITES INTERESSANTES
ZADOQUE ARTS
QUEM É ZADOQUE?
CONTATO POR E-MAIL

Blog e redes sociais aonde possam deixar comentários:
ZADOQUE IMAGES
TWITTER/ZadoqueImages


O QUE REALMENTE ACONTECEU EM SODOMA
A verdadeira causa da destruição da cidade, e de outras próximas a ela, está relacionada com as perversões sexuais, e que eram praticadas.

MACKENZIE PERSEGUIDA PELOS GLBTS
Flagrante de intolerância GLBTS: Universidade sofre linchamento por causa da postura moral assumida.

NÃO EXISTE A HOMOFOBIA!
O termo sequer aparece nos dicionários e enciclopédias: Foi inventado recentemente para criminalizar as posturas de ordem ética e moral. Antes, a sociedade reprovava os atos considerados perversos, de acordo com os princípios éticos e morais. E para que o termo “homofobia” fosse aceita (e acreditada como verdadeira), foi preciso fazer com que as pessoas esqueçam os seus valores éticos e morais. Isto foi possível através de transformações ao longo de décadas. O processo continua, de modo que as mídias são os principais fatores dessa transformação. Veja mais detalhes nesses dois artigos apresentados: abaixo:

Como as mídias incentivam
o apoio aos GLBT (01)

Pseudo-homofobia na agressão da Av. Paulista



®zadoque, 2013